Dia 11 – Paranaguá – Ilha do Mel – Pontal do Paraná

Terça Feira 10/11/2009

TM:     02:12:45

DST:    21,53

Av       9,7

Mx       32,5

Acordamos, tomamos café e fomos em busca das passagens para a ilha do Mel. No guichê o “marinheiro” encrencou com a nossa intenção de comprar somente a passagem de ida, mas ante a nossa insistência vendeu a passagem.

Embarcamos às 09:30 no barco com destino a ilha do Mel, uma viagem bonita, porém sem grandes atrativos. Chegamos na Ponta das Encantadas às 12:00  e saímos para pedalar. Nossa meta era cruzar a ilha e arrumar um jeito de ir até a ilha das peças (que é deserta) e arrumarmos outro jeito de ir para a ilha de Superagui aonde dormiríamos. Falhamos miseravelmente.

Visitamos a gruta das encantadas e começamos a cruzar a ilha pela costa, logo no  fim da primeira praia tivemos que empurrar a bicicleta morro acima por uma trilha bastante acidentada. Consultamos a planilha e descobrimos que tínhamos descido no ponto errado da ilha, ao invés de voltar para o porto e tentar ir via barco até o local correto tentamos passar com as bikes por uma pedras que beiravam o mar seguindo o conselho das pessoas que vinham sentido contrário.

Esse foi o erro capital. Ficamos extremamente cansados, quase nos machucamos e destruímos as bikes. Desistimos na metade das pedras o que significava ter que voltar pelo morro casca grossa até o porto das encantadas.

No meio do caminho tinha uma pedra...

Lá chegando almoçamos para repensar as opções e decidimos ir de barco até o local correto e dormir na ilha para continuar amanhã. Pegamos um barco pra Brasília (o outro porto da ilha, não a capital federal)

Quando chegamos ao local correto fomos atacados por um enxame de mutucas loucas para chupar nosso sangue! Mesmo pedalando pela praia a 25km/H éramos perseguidos pelos bichos!

Fomos até a Fortaleza de onde sairiam os barcos para a próxima ilha para confirmar disponibilidade e preços e pra nossa surpresa não havia uma alma viva no lá.

Foi nesse momento que resolvamos dar por encerrada a cicloviagem e voltarmos pra casa. O medo de não conseguir barco para cruzar as ilhas, minha dor de dente que vinha aumentando, as mutucas nos comendo vivos e o cansaço acumulado dos dias de viagem nos fizeram tomar essa decisão.

Pegamos um barco para uma cidade chamada Pontal do Paraná e nos hospedamos em um hotel em cima da rodoviária. Amanhã ônibus pra Curitiba (10:15) e em seguida para São Paulo!

Jantamos mais uma vez no boteco (dieta de atleta!) R$ 25,00 e fomos dormir.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s